22 de mar de 2012

Posers: A pior espécie da música


Nossa postagem pode ser de certa forma um pouco ofensiva, porém nosso objetivo de nenhuma forma é criticar seu gosto musical e sim a espécie mais despreziva do mundo da música que são os posers. Leiam e entendam o que quero dizer, lembrando que tudo isso é baseado unica e somente na minha opinião, pensamentos alternativos deveram ser expressos educadamente nos comentários.

Cada pessoa possui um determinado estilo musical tido como predileto, algo normal já que cada ser têm o direito de buscar aquilo com o que se identifique. É completamente errado falar que determinada música é ruim (com exceção de alguns casos de cantores que usam auto tune e querem ser chamados de 'músicos', assunto para outro post), pois um músico está produzindo uma arte e cabe ao ouvinte separar e escolher o que se identifica.


Podemos identificar os costumes e atitudes das pessoas pelas canções que a mesma escuta, os hábitos de tal ser e seus anseios são descobertos pelos nomes de meia dúzias de bandas que esse escuta. Mas como sempre têm que chegar alguém para estragar aquilo que seria de fácilentendimento, e é nesse contexto que entram os posers, fãs que 'fingem' curtir determinada banda apenas por que a mesma está na 'moda'.


Uma das grandes pragas da música do novo milênio são esse povinho que com a gigantescanecessidade de se encaixar em determinado grupo vai no Google e vê algumas informações vagas na Wikipédia sobre alguma bandinha, e assim começa a se definir como maior fã de uma banda. E o pior é que atualmente você consegue encontrar mais facilmente posers do que reais fãs, e essa praga está instaurada em todos os gêneros musicais da atualidade.






Uma banda exemplo disso é o Nirvana, grupo de importância inquestionável atualmente virou modinha de jovens que se acham 'rockeiros' e se vestem como Emos. O problema não está na banda e sim nos fãs, dificilmente você achará um fã de tal banda que conheça mais de doze canções delas. Pelo contrário, temos pré-adolescentes espinhentos que gostaram de Teen Spirit e ficam falando 'paz, amor e empatia', se achando os maiores rockeiros do mundo.


Outro considerável exemplo atual é o grupo Slipknot que com certeza merece respeito, mas que atrai diversos fãs posers de Metal. Meninos que nunca escutaram Atheist, e acreditam que o Heavy Metal está baseado somente em Metallica e Avanged Sevenfold. Pessoas que conhecem três bandas manjadas e se definem os maiores rockeiros do mundo, se sentindo superiores aos ouvintes de outros estilos. E espero que entendam que não critico as bandas citadas, e sim seus fãs que mal saíram das fraldas e acham que entendem muito do estilo por que usam uma camisetinha preta.



E esse conceito de posers não pertence somente ao mundo do Rock e suas ramificações, temos posers nos mais diferenciados gêneros. Exemplo disso é a música eletrônica que vêm fazendo sucesso mundo a fora, e alguns adolescentes que querem parecer 'os baladeiros' veneram David Guetta e esquecem outros DJ's que merecem respeito,  falam de um profissional manjado e se acha o expert nesse estilo musical.


Sério, se é para gostar de algum estilo musical, que goste verdadeiramente, não vire um assíduo fã de três canções da Amy Winehouse apenas por que ela morreu. Alias isso é coisa típica de fã, vi brotando fãs posers de Michael Jackson após sua morte, ninguém lembrava do dito, mas foi só ele morrer que garotos retardados ficavam venerando Thriller acreditando que o sucesso do cantor se baseou apenas nisso.



Não adianta colocar uma camiseta escura com nome da banda e ir no Terra Letras e escolher as canções menos acessadas como predileta. Fã de verdade entende a ideologia da banda e não priva seu conhecimento sobre determinado grupo a apenas artigos da Wikipédia. Fãs de ABBA são menos desprezíveis do que garotos que descem uma ladeira de Skate e se acham os fodões por que já escutaram Santeria do Sublime no Guitar Hero. Coitado dos vocalistas de algumas bandas que hoje atraem esse tipo de fã, pessoas que delimitam Grunge apenas ao Nirvana e acham que aúnica banda de Metal que presta é 'Slipknot'.


 Seja fã de qualquer estilo musical, mas seja fã de verdade, pois quem conhece uma banda e gosta dela não fica travado em apenas um sucesso antigo que tocou a todo instante na MTV. Não se prenda a modismos e finja gostar daquilo que todo mundo curte, pois eu por exemplo como fã de Beatles dou risada quando alguém chega em mim e baseia seus conhecimentos em Yellow Submarine. Respeito mais os fãs de Bee Gees do que aqueles que fingem gostar de algo para me agradar.






Anos noventa não foi só Guns, e Hard Rock não foi só Led Zeppelin. Não critique a música atual sem ter um motivo para isso, pois é detestável aquelas pessoas que julgam tudo o que toca atualmente, mas ficam esperando ansiosamente Avanged Sevenfold aparecer na MTV uma posição atrás do mais novo sucesso de Justin Bieber.


O maior problema do mundo são as pessoas que nele habitam, tipos como esses que buscam astros estereotipados e cantam hinos sem saber a ideologia por tás deles. Não adianta cantarCome As You Are e dar uma de revoltadinho por que a mamãe não permitiu que você fosse no Mc Donald's com os amigos. Não basta colocar uma camiseta preta e falar que curte Iron Maiden para ser um real metaleiro. As pessoas estão tão alienadas que os meios de fuga se tornaram mais uma amostra de como vivemos com idiotas.


Percebo que o mundo está um fiasco quando pessoas falam que Poison foi a melhor banda de Rock do mundo, ou uma menina que curte Pink Floyd e Restart. Pessoas que se prendem fortemente a rótulos e esquecem o verdadeiro significado da música, esquecem que aquilo que escutam define sua personalidade.






Não pare de ouvir música pop porque disseram que não é legal, garanto que é melhor uma fã de Lady Gaga do que um menino que acha ser fã de Punk por conhecer Sex Pistols. Em um momento na vida os posers deveriam deixar a falsidade de lado e buscar aquilo que eles realmente gostam. Você nunca entenderá Smiths se está escutando isso apenas para ficar com um menino bonito. Bandas são muito mais do que canções de sucesso, elas são demonstrações dos sentimentos ocultos das mais diferentes pessoas, e é tolice jogar fora essa tão brilhante forma de expressão para se encaixar num grupinho na escola.


 Eu garanto a você catarrento fã de Nirvana que sofrimento não é machucar o olho enquanto passa sombra, e o cara que escreveu as músicas dessa tão famosa banda chora de pena e se contorce com dores no estômago ao ver os fãs dele hoje. Pois é deprimente ver pessoas que veneram o Rock e nunca conheceram um Chuck Berry. Fiasco gigantesco escutar alguém dizendo que é fã de Metal, pois houve banda Glória, que é algo como Restart metaleiro. Posers, um pequeno aviso, vocês nunca vão ser Punk por que escutam Avril Lavigne e nem Skatista por que gosta de Strike, muito menos roqueiro por que escuta Poison.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não sejam malcriadinhos hein ;)